segunda-feira, 14 de junho de 2010

Dica de livro: A breve segunda vida de Bree Tanner - Stephenie Meyer

Dica da Carla Ferreira às 18:32
Olá!!
Antes de tudo, se você ainda não leu eclipse, recomendo não ler esse post, pois ele pode ter spoiler. ;)
Hoje vamos falar de A breve segunda vida de Bree Tanner, da Stephenie Meyer. Para os que não sabem, esse livro fala sobre os recém-nascidos pelo ponto de vista da Bree, aquela garotinha tranformada pelo Riley que morre no fim de eclipse. E para ficar ainda mais legal, a resenha será dupla: minha (Carla) e da Juliana.

Sinopse: Pela primeira vez Stephenie Meyer oferece aos fãs uma nova perspectiva do universo de Crepúsculo. Na voz de Bree Tanner, uma jovem vampira integrante do violento exército de recém-criados que assola a cidade de Seattle no terceiro volume da série, Eclipse, somos apresentados ao lado sombrio da saga.
Bree vive nas trevas, sedenta por sangue. Não conhece sua verdadeira natureza e não pode confiar nos de sua espécie. Sua breve história acompanha a semana que antecede o confronto definitivo entre os recém-criados e os Cullen - a última semana de sua existência.





Juliana
Admito que quando ouvi falar que a Stephenie ia escrever um livro sobre a Bree fiquei muito brava. Como assim ela escreve um livro sobre uma personagem que ninguém nem sabe direito quem é, que apareceu por 5 segundos e já morreu? Por que não terminar Midnight Sun?
Pois bem, eu ainda espero ansiosamente pela continuação de Midnight Sun, mas mordi a minha língua sobre a novella. É impossível não se apaixonar pela Bree, e também por outros personagens que tem um papel fundamental na trama, como o Diego e o Freaky Fred, o que faz as 190 páginas da história serem muito breves, e nos faz desejar que algo acontecesse para mudar o destino da Bree.
A novella começa numa noite em que Bree está fora caçando com outros vampiros do grupo de recém-criados de Riley. Mesmo sendo novinha (15/16 anos humanos, ela não sabe direito, e três meses como vampira), Bree é muito esperta e consegue se controlar, sempre atenta para as regras criadas por Riley, para que os humanos não os descubram. É nessa noite que ela (realmente) conhece Diego, um dos vampiros mais velhos do grupo (18/19 anos humanos, 11 meses vampíricos) e braço direito de Riley. A vampirinha é uma solitária e não tem amigos nenhum no grupo (o mais perto que ela chega disso é o Freaky Fred, um vampiro com um dom poderoso de repelir as pessoas, e quem ela usa, no começo, para se proteger), passando seus dias e noites eternos lendo livros (e aqui as semelhanças com a Bella acabam; Bree não é tola e muito menos irritante, o que faz a gente se perguntar como Crepúsculo seria uma série infinitamente melhor se tivesse uma protagonista mais agradável), e é em Diego que encontra seu primeiro amor, e, posteriormente, amor.
Os dois passam a noite caçando e se conhecendo melhor mas, quando chega perto do amanhecer, correm para  a casa do grupo e descobrem que ela foi queimada. Como todos se lembram, o sol não faz mal algum pros vampiros de Twilight, simplesmente fazendo-os brilhar. Mas Riley, como líder dos recém-nascidos, não lhes contou isso; ao invés, perpetrou em suas mentes aquela velha lenda de que, expostos à luz solar, os vampiros pegam fogo. Com isso em mente e sem lugar para se esconderem, os dois se desesperam. Diego, por sorte, tem um esconderijo numa caverna submersa, onde os dois vão parar. E é nessa caverna que os dois descobrem que Riley estava enganado o tempo todo sobre ä exposição ao sol (isso, é claro, na opinião deles; nós sabemos muito bem que ele está é mentindo), e decidem sair atrás dele no dia seguinte para lhe contar o que descobriram.  Mas o que eles descobrem nessa saída muda tudo o que pensavam sobre o mundo dos vampiros...
Como eu disse acima, o livro é muito bom, mas passa rápido demais, e nos faz desejar que a Bree e o Diego tivessem sido melhor aproveitados em Eclipse. Para nossa sorte, Stephenie entregou o manuscrito do livro para o diretor de Eclipse, e parece que teremos bastante cenas do ponto de vista dos recém-nascidos para nos deleitarmos.
Por fim, é bom ressaltar o grande trabalho da Intrínseca nesse livro. O lançamento do livro em português foi simultâneo ao da versão original, e com uma edição impecável, o que fez nós, brasileiros, podermos ler o livro ao mesmo tempo que o mundo todo.

Na opinião da Ju, o livro mereceu quatro bonequinhas. =)


Carla
Para começar, vou confessar que não estava animada para ler esse livro, pois eu já sabia que fim ele tomaria e fiquei com extrema raiva da autora por escrever esse livro, ao invés de terminar Midnight Sun ou escrever uma sequência para a saga. Mas depois, quando comecei a ler, me apaixonei e li ele em menos de 4 hrs sem parar.
Bree é a recém-nascida que vemos lá no fim de eclipse e que é morta pelos Volturi, que alegam que regra é regra e não pode ser quebrada. Eu sempre achei pena daquela garotinha, pois ela havia se rendido, mas depois que eu li esse livro então... =’(
Sério, eu realmente adorei o livro e fiquei com vontade de matar a Stephenie Meyer, porque eu acabei me apegando a personagem.
Algumas coisas me surpreenderam, pois é um ponto de vista totalmente diferente da que conhecemos e fiquei surpresa com certas coisas que nem sequer passaram pela minha cabeça quando li eclipse... ok, parei de falar.
Durante a história, conhecemos Diego e Fred, que são dois personagens que acabei me apegando bastante também e que tem uma grande importancia na história.
Eu recomendo o livro e digo que vocês não se arrependerão de ler, e principalmente, recomendo a leitura do livro antes de verem o filme.
Se Stephenie Meyer tivesse escrito milhares de livros no ponto de vista de Bree, eu leria, pois ela me conquistou muito mais que a Bella. sim titia Steph, Bella é muito chata ¬¬
RECOMENDADISSIMO!! =D
E para dar mais vontade de ler, vou deixar um trechinho para vocês:

A garota sustentou meu olhar, mas sua expressão era muito diferente do que deveria ser. Embora eu pudesse sentir meus lábios retraídos e os dentes expostos, embora o esforço de conter o impulso de atacá-la me fizesse tremer, ela não parecia ter medo de mim. Em vez disso, sua expressão sugeria que estava fascinada. Era quase como se quisesse falar comigo – como se tivesse uma pergunta que esperava que eu respondesse.

Na minha opinião, mereceu cinco bonequinhas. =) 

Anyway, se você é viciada em Twilight Saga e está louco para ler, ele está a venda no Submarino, Saraiva, entre outros sites. ;)

10 comentários:

Livia on 14 de junho de 2010 18:39 disse...

A historia da Bree Tanner so tem um defeito: o leitor sabe demais, ja sabe tudo q vai acontecer. Mesmo assim eh um must p/ os fans, concordo plenamente! =)

Juliana on 14 de junho de 2010 18:43 disse...

Adoro que nós NÃO lemos as resenhas uma da outra até publicar, e começamos do mesmo jeito x)

Ѽ Cαяℓα on 14 de junho de 2010 18:45 disse...

FATÃO!! AHUAHUAHUAHUHAUHAUHAUHAUHA
Pior que foi mega coincidência mesmo ;x o que me fez rir alto aqui quando tava postando.

Mariana on 14 de junho de 2010 19:42 disse...

Adorei a resenha dupla ;)
Achei o livro legalzinho, mas como eu sabia como iria terminar não teve muitas surpresas.
A Bree é bem mais legal q a Bella!
Bjs
;)

Polly on 14 de junho de 2010 21:31 disse...

confesso que não sou muito fã da série crepúsculo,mas lendo as resenhas me deu vontade de ler a breve segunda vida de bree tanner.

Alba on 14 de junho de 2010 21:33 disse...

"A Bree é mais legal que a Bella" hahahahaaah Tem como não amar?! Mari S2

Adorei a resenha dupla!! *__*

Carol on 14 de junho de 2010 22:55 disse...

Vou começar essa noite :)
Tenho a impressão que vou acabar essa noite também haha

Lu on 15 de junho de 2010 08:44 disse...

Eu li e gostei, mas esperava um final feliz mesmo já sabendo o que ia acontecer, rsrsr.
^^

Bianca Briones on 15 de junho de 2010 17:45 disse...

Adorei esse livro e amei a resenha.

PS: Bella é insuportável. kkkk

Beijo.

Karina Cristina on 17 de junho de 2010 15:31 disse...

Eu estava detestando o livro no começo, mas quando chegou na parte q o Diego vai lá falar pro Riley sobre o sol a estória melhora e no final me vi triste pelo fim da Bree. Podia ter uma outro final, né? mas fazer o q, o destino dela já estava traçado. E o Diego, nossa, eu sabia o tempo todo q ele estava morto. :(

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sugestão... qualquer coisa que queira nos dizer. Seu comentário é muito importante para nós. ;)

Related Posts with Thumbnails
 

Dica de Amigas Copyright © 2010 Designed by Ipietoon Blogger Template Sponsored by Online Shop Vector by Artshare